Coluna Para Uma Vida Mais Leve · Notícias

Brasil, a culpa é de quem? Das Estrelas?

por uma vida mais leve cabecalho novo

copa

Olá amig@s, eu tentei, tentei, mas não teve jeito … rsrs

Sabe aquele bichinho que dá na gente, esse tal de: “Pronto! Falei!” hahaha, me pegou! Então como psicóloga, educadora e acima de tudo como cidadã brasileira eu não poderia deixar de me expressar a respeito do momento importante em que estamos vivendo: A Copa do Mundo no Brasil!

Tenho tantas lembranças boas das minhas Copas do Mundo quando pequena, família reunida, amiguinhos enfeitando a rua, carreatas nas vitórias do Brasil no Jipe do meu tio… É um momento festivo que fascina qualquer criança e adultos também! Fica eternamente em nossa memória afetiva! Todos cortavam tirinhas pra enfeitar a rua, pintavam os postes, desenhavam a Mascote nos muros, tudo ficava Verde e Amarelo, até os nossos corações…

O que mudou?

Poxa… O que mudou?

Nós mudamos!

Durante essas últimas semanas, tive a oportunidade de acompanhar o movimento contra a Copa, que se iniciou através das redes sociais. Os milhões de desabafos , críticas e até ofensas a diversos atores da Copa no Brasil e ao nosso próprio país… dos jogadores à presidenta, só faltou falarem do Cristo Redentor. Até a coitada da Cláudia Leite entrou no hall de ofensas, de Diva virou a Galinha Pintadinha… muito triste! Calei!

Entre muitas, algumas dessas mensagens se mostraram coerentes,.. outras tantas indigestas… Curti as que achei necessária e pertinentes, muitas abstrai… e foram essas que me deram ânimo para me expressar um pouco sobre o movimento social contra a Copa, que estão chamando de “política do pão e circo”, fazendo uma alusão ao que houve na Roma antiga. A política do pão e circo consistia em oferecer aos romanos, alimentação e diversão. Quase todos os dias ocorriam lutas de gladiadores nos estádios, onde eram distribuídos alimentos. Desta forma, a população carente acabava esquecendo problemas da vida, diminuindo as chances de revolta.

Concordo que devemos almejar um país mais justo, com mais qualidade de vida, empregos, saúde e Educação! Mas isso é muito diferente de ofendermos as pessoas, estejam elas em qual posição estiverem, seja um mendigo ou o presidente de uma nação! Não percebemos o quão pequenos nos tornamos ao denegrirmos a imagem de nosso próprio país ou julgarmos as pessoas?

Apoio também àquelas pessoas que reclamam, mas que são atuantes e praticam ações, mesmo que pequenas, porém, que garantem melhorias sociais! Ou mesmo pessoas e organizações que estão buscando novas alternativas de vida e sobrevivência sem agredir qualquer espécie, seja humana ou animal! Mas ouvir desabafos de pessoas que não estão nem um pouco preocupadas com milhares de questões sociais muito mais graves e que sequer dão o exemplo em suas próprias vidas, pra mim é demais! Os desabafos se tornam incongruentes!

Será que nos esquecemos de que nós é que elegemos os nossos governantes, e que nós somos o próprio Brasil? Autosabotagem?

Fizeram meio que um acordo virtual de “sabotagem” da Copa no Brasil! Como se ninguém assistir a Copa fosse resolver um probleminha desses sequer… Vou ser bem sincera, eu não assisti ao jogo do Brasil e não assistirei nenhum outro, pelo simples fato de eu não mais ver televisão! A única coisa que eu vi, por que me chamaram, foi o pedacinho da Abertura quando a Cláudia Leite apareceu!

Amigos, eu também achei que a abertura poderia ter sido mais exuberante e pomposa como as alegorias do carnavalesco Paulo Barros, mas, isso não me dá o direito de ofender a Cláudia Leite e compará-la com a Galinha Pintadinha! Em quem está a falta de respeito mesmo?

O que eu achei engraçado, é que se fosse para o carnaval, os milhões poderiam ter sido gastos e ninguém reclamaria? É isso mesmo? Como vem acontecendo ao longo do tempo, todos os anos, quando o país para por 7 dias ou mais… Ninguém se deu conta disso? Só agora?  Se existe uma “política do pão e circo”, quem a está alimentando? É preciso ter plateia não acham? Mesmo que exista um mínimo de plateia indignada, ofender ou atirar pedras, de nada adiantará.

E daí se o Neymar ou qualquer outro jogador ganha mais do que 1.000 trabalhadores juntos? Cada um se torna aquilo que acredita, recebe aquilo que lhe pertence! É um mérito deles! Artistas, jogadores ou pessoas que ganham milhões sempre existiram, e isso não é uma novidade! Também não é uma novidade o funcionamento de nosso sistema financeiro. Esse é o jogo! Quem não está satisfeito tem que romper com isso tudo e buscar novas alternativas de sobrevivência, como alguns estão fazendo!

Os movimentos sociais são importantes, na medida em que nos fazem refletir sobre diversas questões internas. Será que eu estou exercendo meu papel corretamente? Será que a culpa é mesmo de todo mundo, menos minha? O quanto de verdade eu atuo em meu país ou em minha casa, minha comunidade, para que ele seja do jeito que eu imagino que deve ser uma Nação Justa!? Será que ninguém nunca gastou quase tudo que tem pra enfeitar sua casa quando recebe uma visita?

Vale lembrar, que uma engrenagem não funciona somente com as peças grandes.  As pecinhas pequenas, como as porcas e os parafusos, são essenciais, sem elas as outras peças se soltam e nada funciona! Não importa se somos uma peça gigante ou um pequeno parafuso, todos somos importantes, nós é que fazemos o sistema funcionar ou não!

Então, julgar e continuar alimentando se torna incongruente, é como se eu reclamasse da Petrobrás explorar o Petróleo de nossos mares, ao mesmo tempo que preciso da gasolina para abastecer meu carro, entende? Ou rompemos de vez com o sistema ou encontramos outros meios… Precisamos de novas alternativas, sem muito blá, blá, blá e mais ação! Tanta coisa acontecendo bem pertinho de nós todos os dias… desmatamento, maus tratos contra os animais, alimentação totalmente errada, consumismo exagerado de tudo que é lado, pessoas que odeiam seus trabalhos públicos e ninguém faz nada!

Amigos, a hora não é de indigNAÇÃO contra  a Nação, pra falar a verdade nunca é hora pra isso…É como se estivéssemos cuspindo no prato que comemos! E nosso alimento é sagrado… Cada um nasce na Nação de destino, e existe escolha também, somos livres! Podemos partir!

Se olharmos para dentro e fizermos uma avaliação real de nossas atitudes e responsabilidades, nunca culparemos ninguém: Nenhum sistema falho, nenhum governante corrupto seja ele de qual partido for, nenhum eleitor, nenhum mendigo pedinte! Não existem culpados! Tudo faz parte de um percurso natural do progresso que o próprio homem criou! Não é essa ou aquela nação melhor ou pior nisso ou naquilo, cada uma está num momento diferente do processo natural de evolução.  Estamos todos indo ao encontro de um mesmo destino: A evolução! Então estamos reclamando de que mesmo?

E o que mudou de fato, é que alguns corações não estão mais verde e amarelo, ou de cor alguma, pois, estão obscurecidos, inconscientes a assuntos que não fazem a mínima questão de enxergar ou se posicionar! Será que interessa saber quem são na real?

Quando nós mudamos de verdade, tudo se torna perfeito, até o CAOS!

O que mudou em você?

Acorda Brasil!

untitled

cristo_min_eaf-1395104

 

Gabriela Tavares é formada em Psicologia (UNESA – Universidade Estácio de Sá); Especialista em Sexualidade e Gênero (UERJ); Terapeuta de Alinhamento Energético ( Psicologia Transpessoal); é Professora da Sala de Recursos do Município de Campos dos Goytacazes (inclusão dos alunos com necessidades especiais); Psicóloga na FMIJ de Campos dos Goytacazes no Programa FortaleSER, com atendimento a crianças vitimas de abuso sexual; e é empreendedora, com o Ateliê do Educador.

ateliedoeducador@gmail.com

feed rss pequeno ASSINE O FEED RSS DA COLUNA PARA UMA VIDA MAIS LEVE

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s